Growth Hacking: o guia definitivo para crescer

24 de Junho de 2022

Chegou o momento. A partir deste artigo você vai entender de uma vez por todas o que é Growth Hacking. Porém, antes de mais nada, precisamos alinhar algumas expectativas que serão a base do estudo: growth não é uma estratégia de vendas, não é uma metodologia de trabalho e também não é um modelo de negócio. É bem mais do que isso.

Growth Hacking é a mentalidade de buscar incessantemente aquilo que faz o negócio crescer. Com ela, você entende o que precisa fazer para chegar onde deseja a partir de objetivos claros e com alavancas corretas.  

A nossa proposta hoje é que você nunca mais tenha dúvidas nessa área. 

Vamos juntos? 

 

AFINAL, O QUE É GROWTH HACKING?

Growth Hacking é uma forma de trabalhar o crescimento de um negócio com base na busca das melhores práticas, que são construídas com base em hipóteses e experimentos. Ou seja, nós testamos, muitas vezes erramos e, a partir disso, aprendemos o que realmente funciona. Esse é o objetivo. 

O termo Growth Hacking foi criado por Sean Ellis, ex-líder de growth da Dropbox. Ellis cunhou esse termo após observar uma série de empresas que apresentavam um formato de crescimento acelerado e, a partir delas, percebeu alguns pontos em comum e que se tornaram indispensáveis: 

✔️ Essas empresas fugiam do marketing tradicional. Ou seja, elas sempre buscavam as formas mais inovadoras de divulgar o seu produto/serviço. 

✔️ Tinham times totalmente focados, cada um atendendo a uma área específica e, juntos, buscavam compreender problemas e necessidades. 

✔️ Tomavam todas as suas ações baseadas em dados, sempre com muita análise para entender todos os processos e os fatores decisivos. 

A partir dessa minuciosa análise, Sean Ellis dividiu o Growth Hacking em um processo contínuo e sempre dividido em quatro etapas fundamentais:

  1. ANÁLISE 
  2. IDEAÇÃO  
  3. PRIORIZAÇÃO
  4. TESTE 

Anote, decore ou faça o que for preciso para ter essas etapas em mente. 

 

COMO COLOCAR ESSE MINDSET EM PRÁTICA NO DIA A DIA DO NEGÓCIO? 

Para construir a melhor linha de raciocínio a partir do Growth Hacking, é importante alinhar se o que você busca condiz com dois pontos: otimizar os processos que já existem na empresa e fazer o "de sempre", mas descobrindo a melhor maneira possível de executar todas essas tarefas. 

Então, para deixar o seu mindset ainda mais alinhado com esse método, é necessário perder o medo. Esteja disponível para testar e errar. Sempre.

Aprenda com os seus erros. Esse é o jeito mais próximo de acertar. Estagnação não te permite chegar a lugar algum. Já os erros e testes sim.

Pode parecer difícil adotar essa cultura no início. Porém, encontrar as falhas no seu processo, encontrar alavancas de crescimento do negócio e, então, testar e metrificar tudo isso é o que finalmente te fará decolar.

 

COMO SE PREPARAR PARA UM PROCESSO DE CRESCIMENTO:

Ao falarmos sobre crescimento exponencial, é necessário ter em mente que não adianta apenas ter bons funcionários, trabalhar com as melhores ferramentas e um ambiente incrível se a sua cultura não estiver voltada para o crescimento. Para que isso aconteça, criamos alguns pontos primordiais e que devem ser colocados em prática sempre. Sem exceção. 

1. PACIÊNCIA;
2. CONST NCIA;
3. DISPOSIÇÃO;
4. TIME ENGAJADO;
5. BONS LÍDERES;
6. BOAS FERRAMENTAS DE GESTÃO;
7. CRIATIVIDADE. 

Na Funnil acreditamos que essa é a chave de uma empresa de sucesso. 

 

ESTRATÉGIAS QUE SÃO REFERÊNCIA DE GROWTH HACKING:

Vamos falar como funciona o Growth Hacking na prática? Depois de compreender o que se espera de uma empresa que busca obter sucesso com esse método, precisamos falar sobre as estratégias de referência utilizadas no Growth. Vamos para algumas das principais metodologias: 

➜ MARKETING DE REFERÊNCIA: O Marketing de Referência nada mais é do que um conjunto de estratégias que estimulam a indicação de um serviço ou produto por parte do próprio usuário. Isso tem como objetivo o aumento na fidelização e, por consequência, a multiplicação das vendas. 

➜ MARKETING DE CONTEÚDO: Essa é uma outra estratégia de marketing, porém, focada em oferecer um conteúdo rico que engaje o público-alvo e promova crescimento na rede de clientes através da criação de conteúdos relevantes e valiosos. 

➜ ANÁLISE DE DADOS: Como falamos anteriormente, para garantir um crescimento exponencial, é imprescindível analisar métricas específicas que ajudem a medir os caminhos necessários para obter bons resultados. 

➜  PRINCÍPIO DA ESCASSEZ: O marketing de escassez é uma técnica baseada no princípio de que as pessoas querem o que é difícil de obter. Isso inclui criar a ideia de que os produtos podem acabar, criar promoções que estimulem a mente dos clientes e tática de distribuição. 

Pense o seguinte: Growth Hacking é, acima de tudo, uma cultura que se apoia em um crescimento rápido e escalável. Entretanto, mais importante é compreender que essa cultura deve sempre estimular que profissionais, times e empresas pensem fora da caixa e queiram crescer em conjunto

Quer entender ainda mais sobre Growth Hacking? Clique no link abaixo, confira o nosso podcast e aprenda ainda mais sobre o assunto:  

 

PODCAST GROWTH TALKS

 

Apesar de toda a explicação acima, sabemos que aplicar os conceitos de Growth não é uma fórmula simples. Por isso, é importante estudar, buscar o máximo de conhecimento e, sempre que possível, contar com especialistas (como a Funnil) para te ajudar a colocar a mão na massa.

Janaina Rauber

Escrito por

Janaina Rauber

Head of Content at Funnil

Postagens relacionadas